Dicas sobre como realizar um valuation para o seu negócio (Foto de Emmy E no Pexels)

Dicas sobre como realizar um valuation para o seu negócio

Você conhece essas dicas que diminuirão a avaliação da sua empresa na hora de vendê-la? A maioria dos empresários deve conhecer essas cinco coisas não tão fabulosas, mas não sabe.

No mundo das fusões e aquisições, quando chega a hora de vender sua empresa, você tem uma chance de acertar, principalmente se souber como fazer a valuation para pequenas empresas. 

Tanto na vida quanto nos negócios, o sucesso advém de fazer mais do que funciona e menos do que não funciona. O sucesso no mundo das fusões e aquisições é tão simples. 

Avaliação da empresa de registros financeiros

Nas fusões e aquisições, as primeiras impressões podem causar ou quebrar a avaliação da sua empresa.

Você conhece a maneira mais rápida de criar dúvidas e incertezas na mente de seu futuro comprador?

  • Forneça registros financeiros não confiáveis.
  • O negócio de vender um negócio é um jogo de soma zero.
  • Os compradores esperam e rezam para que você cometa erros.

Todo erro que você cometer no bolso do seu futuro comprador com seu dinheiro suado. Registros financeiros não confiáveis ​​diminuem a avaliação da empresa e podem custar-lhe o negócio.

Do ponto de vista do comprador, se seus registros financeiros estão errados, o que mais está errado? No mundo das fusões e aquisições, sua moeda é a confiança.

Registros financeiros não confiáveis ​​quebram a confiança do comprador e do banqueiro de investimentos.

Se você acha que pode corrigir seus registros financeiros e encontrar outro comprador, pense novamente. Você perdeu a confiança do seu banqueiro de investimentos e precisará encontrar outro.

Se você deseja uma avaliação alta da empresa, seus registros financeiros devem ser irrepreensíveis.

Por melhores que sejam seus contadores, eles dependem das informações que você fornece. Em outras palavras, limpe seu ato, a partir de hoje.

Seu futuro comprador é inteligente e experiente. Seja inteligente e tenha registros financeiros limpos e precisos. Você conhece o próximo fator que reduz a avaliação da sua empresa, na melhor das hipóteses, e pode até custar o negócio na pior?

Por que uma alta dependência de um único cliente cria uma baixa avaliação da empresa

Na economia global de hoje, é comum trabalhar com grandes empresas multinacionais. Em um piscar de olhos, você tem distribuição nacional. Sua empresa vai de zero a herói.

Deseja saber a maneira mais rápida de criar uma baixa avaliação da empresa, na melhor das hipóteses, ou custar o negócio na pior? Sua empresa depende muito de um único cliente.

Dependendo de um único cliente, a maior parte do seu lucro é um desastre esperando para acontecer.

Coloque-se no lugar de seu futuro comprador. O único cliente que gera a maior parte de seus lucros pode estar aqui hoje e amanhã. Avaliação da empresa à parte, contar com um cliente evita uma interrupção no mercado.

Quando se trata de clientes, há força nos números. Quanto mais clientes você tiver, menos confiança terá em um único cliente. Enquanto os clientes vão e vêm, seus lucros e sua longevidade permanecem intactos.

Faça a coisa certa para o seu negócio ao buscar uma alta avaliação da empresa. Garanta que seus lucros não estejam vinculados a um cliente. A dependência do seu negócio em determinadas áreas gerará uma baixa avaliação da empresa.

Como fortalecer sua marca com sua estratégia de marketing (Foto de Kaboompics .com no Pexels)

Como fortalecer sua marca com sua estratégia de marketing

A Coca-Cola é o maior exemplo de reconhecimento de marca da história. Quer você goste ou não, você provavelmente sabe exatamente como é o logotipo da Coca-Cola, qual o formato da garrafa de vidro e também a bebida favorita do Papai Noel.

Portanto, faz sentido que os profissionais de marketing sejam incentivados a estudar a Coca-Cola como um exemplo de reconhecimento da marca e a usar esse logotipo icônico e atemporal como inspiração para criar seus próprios designs. A estratégia de marca da Coca-Cola resistiu ao teste do tempo.

Dito isto, a Coca-Cola pode não ser o melhor modelo de referência para a marca. Para começar, a empresa existe há 125 anos. E vale US $ 190 bilhões. Além disso, de acordo com o LinkedIn, possui mais de 63.000 funcionários.

Para começar qualquer empresa, não é fácil. É necessário já ter um dinheiro em mãos para começar investindo e conseguir com o tempo, maneiras de Simular Apostas e ter mais dinheiro para continuar investindo no marketing da empresa. 

Primeiro, trataremos de alguns aspectos principais a serem lembrados ao criar a identidade da marca e descobrir como conscientizar a marca e qual é o seu significado.

Em seguida, veremos como fazer você falar depois de decidir o que significa reconhecimento de marca para o seu negócio.

Reconhecimento da marca: definição

Reconhecimento de marca significa literalmente reconhecimento de marketing. No entanto, olhando para o termo reconhecimento de marca, imaginando o que é, é muito comum. 

O reconhecimento da marca é o processo pelo qual empresas de todos os tamanhos cultivam o reconhecimento de seus produtos e serviços. As empresas cultivam o reconhecimento da marca por meio de mensagens, design, mídia social, anúncios e muito mais.

O reconhecimento da marca é uma palavra da moda e inspirou inúmeros livros. De fato, a execução de estratégias bem-sucedidas de branding e reconhecimento de marca é complexa o suficiente para justificar a existência de todos esses livros.

Mas se falamos estritamente sobre o que é reconhecimento de marca, não há necessidade de pensar muito sobre isso: é reconhecimento de marca. Isso é tudo. Saiba que existe uma marca e espero ter uma ideia do que ela faz.

Agora, isso não significa que o reconhecimento da marca seja fácil, mas não é a coisa mais difícil de alcançar.

Diferença entre reconhecimento de marca e identidade de marca

Ok, entender o que é reconhecimento de marca é bastante simples: reconhecimento de marca. Mas se o reconhecimento da marca é reconhecimento da marca, qual é o significado da identidade da marca ou identidade da marca? 

Identidade de marca é o que as pessoas pensam quando pensam em uma marca. Portanto, se o reconhecimento da marca faz a marca falar, a identidade da marca é o conteúdo dessas palavras.

Uma forte identidade de marca desperta sentimentos e emoções em relação a uma marca, o que leva a uma associação entre a marca e algumas de suas características. Não é um trabalho fácil, mas é possível. 

3 ações de marketing que podem turbinar os seus ganhos (Foto de Lukas no Pexels)

3 ações de marketing que podem turbinar os seus ganhos

O primeiro objetivo ao iniciar um negócio é chegar a esse ponto em que você pode se considerar "colocado". Em suma, sua liquidez é estável, você pode pagar despesas e impostos sem grandes sacrifícios, tudo corre bem. 

Nesse ponto, no entanto, você se depara com uma escolha: ou está gostando do momento ou está buscando um novo crescimento com simulador lotofacil

Seja pago no projeto (não por hora)

Ser pago a uma taxa horária pode parecer a melhor opção, pois você só precisa marcar o tempo gasto em um projeto e enviar a fatura por hora ao seu cliente. Existe e, na realidade, às vezes é o único caminho a seguir, no entanto, considere que:

Você não é pago para se tornar mais eficiente e mais rápido na conclusão do trabalho;

Alguns clientes podem contestar sua taxa horária e "puxar" o preço;

Ao colocar muita ênfase no tempo necessário para concluir o projeto, você corre o risco de diminuir seu valor.

Se o seu preço for fixado diretamente no projeto, desvie a atenção para o seu valor e, nesse caso, o fato de você concluí-lo em breve será um mérito adicional que será reconhecido pelo cliente.

Aumente suas tarifas com novos clientes

Com muita frequência, eles concentram seus esforços na busca contínua de novos empregos, investindo muita energia em marketing e em negociações com novos clientes. O que é bom, se não fosse pelo fato de quase todo mundo não pensar em aumentar suas taxas, ou apenas evite fazê-lo por medo de assustar novos clientes em potencial.

Muitos estabelecem uma taxa, que eles acreditam ser o infame "preço de mercado", e ano após ano também a mantêm com novos clientes. É certo oferecer um preço competitivo quando houver necessidade de adquirir experiência ou criar um nome em um determinado setor. Mas quando você tem a experiência e o nome, não há razão para mantê-la.

O preço de mercado não existe! Até os supermercados não vendem as mesmas maçãs pelo mesmo preço!

Parece demais? Se você sabe que oferece um serviço de qualidade que satisfaz seus clientes atuais, pelo menos tente. Você não está enganando ninguém e, se estiver realmente convencido do serviço que pode oferecer, será uma boa maneira de ver se os outros estão convencidos e dispostos a pagar por isso.

Melhore sua produtividade

Pense em qualquer projeto que você concluiu: instalar uma caldeira, colocar um piso, criar um design do site, escrever um texto, um trabalho de edição de fotos ...

Não importa que tipo de projeto seja, o importante é que, antes de começar, você tenha uma ideia aproximada do tempo que levará para concluí-lo. Você entendeu? 

Bem, agora imagine que você pode entregar o projeto em menos tempo e ainda receber o mesmo valor. Não seria ruim, seria? Isso significaria ter mais tempo para se dedicar a outros projetos. Em outras palavras, isso significaria melhorar sua produtividade.

Use a técnica 50-20-50: concentre-se no trabalho por 50 minutos, faça uma pausa de 20 minutos e depois continue por mais 50 minutos.

5 maneiras de ganhar dinheiro com marketing de conteúdo (Foto de Canva Studio no Pexels)

5 maneiras de ganhar dinheiro com marketing de conteúdo

A criação de conteúdo atraente requer recursos. Se você é uma empresa de mídia ou empreendedor solo, precisa de maneiras de ser compensado por seus esforços. Principalmente porque não é simples ganhar dinheiro da mesma forma de como ganhar na lotofácil 2020.

Aqui estão cinco opções para monetizar seu marketing de conteúdo ou entidade de mídia. (E também por ajudá-lo a entender as diferenças nos tipos de plataformas de mídia.)

1 - Publicidade. 

Forneça um ambiente em que haja um público agregado para as mensagens promocionais de outras organizações. Em termos digitais e móveis, há uma grande variedade de opções disponíveis. 

Entre os principais formatos de publicidade estão anúncios de busca, banners, links de texto, patrocínios, vídeo (opções de pré e pós-roll), opções de mídia social, texto para celular, banners e pesquisa. A publicidade digital oferece uma ampla variedade de opções mais baratas que as opções de impressão ou transmissão.

2 - Receitas de afiliados. 

Aproveite o público para vender produtos diretamente aos leitores em troca de uma taxa. Isso é exclusivo das entidades de mídia on-line e geralmente passa por um intermediário que monitora as vendas por uma porcentagem da receita. 

Os exemplos mais comuns são livros e CDs em blogs e outros sites de mídia.

3 - Inscrição. 

Oferece uma maneira de pagar pelo conteúdo por um período definido. Existem três formas de assinaturas digitais: 

[1] Um conjunto fixo de bens ou serviços que são entregues regularmente. Os exemplos incluem jornais, revistas e boletins, 

[2] Uso ilimitado de serviço (s) onde o uso pode ser pessoal e intransferível ou sob certas circunstâncias, para um grupo que utiliza um serviço ao mesmo tempo. Entre os exemplos estão rádio via satélite e namoro on-line, e 

[3] Acesso básico ou serviço mínimo, além de uma taxa adicional, dependendo do uso. Um excelente exemplo é o serviço de telefonia móvel.

4 - Produtos de conteúdo. 

Ofertas de conteúdo especializado criadas a partir de conteúdo existente ou conteúdo aprimorado vendido por uma taxa discreta. Entre os exemplos estão livros físicos criados a partir de colunas coletadas ou conteúdo licenciado que é vendido para outra entidade de mídia.

5 - Produtos auxiliares. 

Use o público-alvo agregado do marketing de conteúdo e seus interesses direcionados para vender a eles produtos relacionados. Entre as versões mais comuns, estão conferências, eventos e aulas.

Embora nenhuma entidade possa usar cada uma dessas maneiras para gerar receita com conteúdo, uma combinação de abordagens diferentes costuma ser a maneira mais eficaz de aumentar as vendas.

O marketing de conteúdo é uma ótima forma para investir um pouco de tempo e o mínimo de dinheiro, visto que o investimento não é muito. Com a produção de conteúdo, é possível trazer muito mais tráfego para o seu negócio e trazer resultados palpáveis.

Não há uma receita mágica que funcione para todos os tipos, mas começar com algumas maneiras pode fazer com que os resultados sejam realmente eficazes para o seu negócio com o marketing de conteúdo.

Como investir em e-commerce?

Como investir em e-commerce?

E-commerce é a abreviação de comércio eletrônico, o ato de comprar e vender produtos e serviços pela Internet. Inclui todas as ações individuais que podemos tomar como garantidas em uma loja:

  • Selecionando o produto
  • Pagando pelo produto (ou recebendo pagamento)
  • Colocar o produto nas mãos do comprador
  • Atendimento ao Cliente
  • E mais

O comércio eletrônico mudou a maneira como os consumidores gastam seu dinheiro e se tornou uma possibilidade de como analisar um fundo de ações. 

Esse novo mundo de compras perturbou todo o setor de varejo, transformando os heróis em zeros (realmente) e elevando alguns provedores, fundados inteiramente sob a promessa do setor, às fileiras das maiores empresas do mundo.

Por que o comércio eletrônico é importante?

O comércio eletrônico está formando uma parcela cada vez maior da imagem de varejo do mundo todo. Enquanto as compras online seguem crescendo, os números do varejo permanecem iguais.

No entanto, mesmo essas estatísticas não contam a história toda, porque o número geral de varejo inclui empresas que naturalmente não se prestam ao comércio eletrônico, como postos de gasolina, concessionárias de carros e fornecedores de materiais de construção.

O ajuste para isso e o comércio eletrônico representariam uma porcentagem muito maior do varejo geral.

Nos mercados em desenvolvimento, que geralmente carecem de serviço fixo, o comércio móvel se torna ainda mais significativo. Na América Latina, por exemplo, as transações móveis cresceram 37% de 2016 a 2017, de acordo com a empresa de marketing online Criteo. 

No Oriente Médio e na África, de acordo com a mesma pesquisa, dois terços de todas as transações de comércio eletrônico foram geradas por meio de um aplicativo ou navegador da web móvel.

Os varejistas que não acomodam compradores móveis podem em breve ser superados por aqueles que o fazem.

Por que o comércio eletrônico é tão popular?

O comércio eletrônico torna mais fácil e mais conveniente do que nunca a compra de bens e serviços. Quando você compra algo online, em vez de ir à loja, economiza tempo e às vezes dinheiro.

O comércio eletrônico é uma tendência cuja hora chegou e apresenta sérias oportunidades para investidores mais experientes.

Alguns de vocês podem pensar no tamanho maciço e no domínio do mercado da Amazon e se preocupar com a falta do barco - mas lembre-se de que ainda há uma grande oportunidade também em todo o mundo. 

Embora não haja garantia de como essas empresas e suas ações irão se comportar no curto prazo, cada uma delas demonstrou sua força - e achamos que demonstraram que têm o necessário para fornecer retornos impressionantes no mercado a longo prazo.

Dessa forma, são diversas medidas que demonstram que alguns dos principais portais de vendas online estão sendo uma ótima fonte de investimento. Com a quarentena, as vendas aumentaram, mostrando o potencial desse negócio.

Por isso, quem se interessa por e-commerce pode querer começar investir nos grandes nomes, procurando os grandes dos setores e também investir no seu próprio negócio online, alcançando maiores vendas assim.

Quais ações de marketing chamam a atenção do público alvo? (Foto de Startup Stock Photos no Pexels)

Quais ações de marketing chamam a atenção do público alvo?

Muitas vezes comprar curtidas Instagram acaba sendo uma das estratégias usadas por empresas e influencers para finalmente conseguir obter a atenção de um maior número de seguidores, porém, se você está nessa luta saiba que é possível fazer isso de outra forma.

Veja bem, para poder alcançar seu público será necessário inovar sempre, justamente porque quanto mais pessoas seu negócio ou você atingir, então maiores serão as possibilidades de vendas, sendo assim, abaixo você verá como funciona para chamar a atenção de seu público.

Veja como usar o marketing para chamar seu público alvo

Saiba que é importante entender mais como usar o marketing e então chamar a atenção de seu público, confira abaixo como é possível fazer isso com poucas ações:

Comece a investir no marketing de conteúdo

Muitas pessoas se enganam, justamente por pensar que o marketing de conteúdo diz respeito apenas ao marketing digital, entenda que bem antes da internet, as empresas obviamente já não mediam esforços para encantar seus clientes. 

Atualmente como empresa é possível entender e medir de forma exata como sua empresa ou como você como influencer está engajando seu público. 

Foque nas suas redes sociais

Sim nós sabemos que esse é um assunto que realmente acaba gerando muito interesse, e isso acontece principalmente quando pensamos diretamente em ações de marketing, as mesmas devem estar voltadas para pessoas de diversas classes, idades, gêneros e etnias.

Sabemos ainda, que atualmente é possível comprar em plataformas que realmente estão dentro desses sites, sendo assim, não deixe de investir nisso! Sendo assim, procure entender mais sobre o assunto, e ainda aprenda sobre as métricas ignorando as métricas de vaidade.

As métricas de vaidade são aquelas que acabam dando uma falsa sensação de visibilidade nas redes sociais! Os conteúdos, devem ser bem pensados, e voltados para o público desejado!

Visite outras redes sociais

Assim como mencionado acima, saiba que é importante não somente estar presente nas redes sociais, principalmente as famosas tais como Twitter, Facebook, Instagram, entre outros. 

Porém, saiba que não existem apenas essas ferramentas e redes, saiba que existem ainda plataformas tais como: Quora e Reddit que são bem pouco explorados, e ainda podem te oferecer insights sobre necessidades e dores que seus clientes possam estar vivendo.

Saiba que esses sites em questão ainda permitem que você aprenda ainda, uma infinidade de questões, essas mesmas vão desde seriados e até mesmo dicas culinárias, até mesmo de ações de marketing e até mesmo física.

Sendo assim, em um primeiro momento, procure não se preocupar em criar perfis corporativos, no entanto, procure trocar experiências com usuários. 

Saiba que isso te ajudará a ter novas perspectivas, sendo que as mesmas podem gerar ideias para materiais até mesmo em um possível blog, e realizar melhorias diretas no que refere à relação com seus clientes. 

Essas são dicas voltadas para pessoas e empresas que querem crescer e chamar seu público alvo cada dia mais, essas dicas podem ser usadas normalmente por influencers também, pois é necessário saber o que está dando certo ou não.

2 tipos de dados do cliente para aprimorar suas campanhas de marketing (Foto de Startup Stock Photos no Pexels)

2 tipos de dados do cliente para aprimorar suas campanhas de marketing

Na era digital de hoje, parece que o mundo nunca dorme. Como tal, grandes quantidades de dados são coletadas a cada minuto de cada dia. De fato, mais de 2,5 quintilhões de bytes de dados são criados todos os dias, e esse número só aumentará. 

Desde o rastreamento do consumo de conteúdo online e das consultas dos mecanismos de pesquisa até o registro do histórico de compras e das atividades de mídia social, uma quantidade intransponível de dados é gerada regularmente.

Agora, todos os aspectos da vida e das ações das pessoas podem ser traduzidos em dados - dados que podem ser processados ​​e analisados ​​para fornecer informações úteis para as empresas, por exemplo, como achar o número do PIS.

Na verdade, está transformando a maneira como as empresas identificam seus dados demográficos-alvo e descobrem o que seus clientes desejam.

A importância da análise de dados do cliente

Com a ajuda da big data, as empresas de hoje reúnem mais informações sobre os consumidores do que nunca. Os dados permitem que eles criem com precisão anúncios altamente segmentados e personalizados.

A coleta e a análise de dados do cliente não apenas ajudam sua empresa a melhorar suas campanhas de marketing, mas também permitem elevar outros aspectos da experiência do cliente, como recomendações de produtos, comunicações, programas de retenção e fidelidade e muito mais.

1 - Dados de identidade

O primeiro tipo de análise de dados do cliente investiga o núcleo do marketing de banco de dados - as informações mais básicas que identificam um indivíduo. 

Ele coleta o nome de um cliente, sexo, idade, número de telefone, endereço postal, endereço de email, profissão, identificadores de mídia social e informações da conta (ou seja, IDs da conta do cliente).

O grupo de dados de identidade é sua base para definir e criar as personas do comprador, fornecendo uma imagem clara de que tipo de pessoa está interessada em seus produtos e serviços. Isso permite que você determine o seu público-alvo.

Você pode coletar informações de identidade exclusivas do seu cliente quando ele assina seu boletim, quando faz uma compra ou quando se inscreve para uma associação. 

Se sua empresa usa uma ferramenta de CRM, você pode armazenar, organizar e centralizar essas informações em um só lugar. Você pode usar esses dados para filtrar segmentos de clientes, o que pode ser útil para personalizar campanhas de email.

2 - Dados descritivos

Entender seus clientes significa ir além do nome, idade e endereço de email. Você precisa se aprofundar para ter uma noção genuína das personas de seus clientes. É aqui que os dados descritivos entram em jogo.

O objetivo é reunir dados quantificáveis ​​sobre seus clientes para fazer previsões precisas sobre seu comportamento, oscilações sazonais e hábitos de compra. Você pode alinhar sua análise preditiva com suas estratégias de marketing e vendas para obter o máximo efeito.

Dados de identidade, bem como dados quantitativos, são conjuntos de dados que as empresas coletam automaticamente. Mas com dados descritivos, você precisa se esforçar para obtê-los. Você pode realizar entrevistas ou pesquisas detalhadas para adquirir as informações necessárias de seus clientes voluntariamente.

4 razões para sua estratégia de marketing incluir o WhatsApp

4 razões para sua estratégia de marketing incluir o WhatsApp

Por mais que o WhatsApp seja uma plataforma que ofereça conversa privada e mais conveniente, o marketing também é uma das estratégias que tem chamado a atenção de profissionais da área.

O WhatsApp é a plataforma de bate-papo mais popular do mundo, os as pessoas podem enviar mensagem de texto, chamadas em vídeo, envio de fotos, vídeos, entre outros. Permite acesso no celular ou no computador. Simples de baixar no yowhatsapp

A maioria dos profissionais de marketing acha difícil conseguir criar uma audiência no WhastApp. Porém, agora quando já se tem uma lista de público-alvo para a plataforma, com os dados de clientes, fica mais fácil.

Outra preocupação que os profissionais de marketing encontram é que eles não querem ser invasivos, enviando uma mensagem direta ao cliente através do WhatsApp. Porém, com mensagens inteligentes, relevantes, é possível alcançar o resultado esperado sem ser bloqueado. 

1 - WhatsApp é uma plataforma de mensagens muito usada

 De acordo com o WhatsApp, a plataforma conta com mais de dois bilhões de usuários no mundo todo, tornando-se o app de mensagens mais popular atualmente. Com muitos usuários ativos mensalmente, fica muito fácil de atender e encontrar o seu público-alvo ideal. 

2 - As pessoas preferem conversar por telefone

 Encontrar o seu público no canal preferido deles é muito importante para qualquer tipo de estratégia de marketing. Mais pessoas usam os seus celulares para enviar uma mensagem de texto do que para fazer uma ligação. Mais de 90% dos adolescentes utilizam esse tipo de serviço. 

O uso da conversa de WhatsApp é muito importante para ter uma boa comunicação com o seu público-alvo. Ter uma conta de marca para a plataforma vai garantir que esteja sempre disponível para os seus usuários, deixando que eles possam entrar em contato de acordo com a necessidade deles. 

3 - Seu público-alvo já está no WhatsApp

 O WhatsApp tem uma média de uso de 36 anos, com maior parte dos usuários tendo idade de 18 a 44 anos. Ele está acelerando o uso das pessoas, sendo muito conhecido no Brasil e alcançando novos números.

O profissional de marketing com essas informações pode comercializar a sua audiência de maneira internacional, precisando estar dentro do radar o mais rápido possível. Comercializando para conseguir ter uma oportunidade de ser um dos primeiros a fazer esse tipo de atividade. 

Como o aplicativo tem uma base de usuários no mundo todo, é uma plataforma que apresenta diversos segmentos de público-alvo, seja para uma publicidade nacional ou ainda internacionalmente. 

4 - Marketing baseado em permissão 

Diferente do que se pensa, de que o marketing no WhatsApp não é viável, pois pode ser muito invasivo, a plataforma oferece um marketing baseado na permissão. Não é possível apenas procurar ou comprar contatos.

É preciso solicitar que eles compartilhem o número deles ou que enviem uma mensagem primeiro, pois podem marcar a sua mensagem como SPAM. Nos dois casos, está sendo respeitado o direito dos usuários de rejeitar ou ainda receber uma mensagem de marketing. 

O que é o BPO e por que contratar esse serviço? (Foto: Depositphotos_231856630_s-2019-3)

O que é o BPO e por que contratar esse serviço?

Uma das soluções mais procuradas pelos empreendedores é o BPO marketing digital. É um método que tem sido uma grande chance de sucesso para empresários de pequeno, médio e grande porte. Ele pode ajudar principalmente os recursos humanos e financeiros de uma empresa, se transformando em uma grande tendência. 

A BPO é uma sigla que denomina Business Process Outsourcing, mas basicamente, seria a Terceirização dos Processos de Negócio.

A terceirização funciona como uma estratégia de chamar oura pessoa para realizar um determinado serviço para a sua empresa. Nem sempre estará ligado ao seu negócio, mas é fundamental para construção de resultados.

A empresa terceirizada vai ser a intermediária entre a tomadora de decisões, a contratante, e a mão de obra. O processo de BPO pode ser adotado para uma empresa que quer ter transformações positivas no seu ambiente. Por que contratar esse tipo serviço? 

Estratégia 

O principal motivo para adotar o BPO é deixar de lado algumas atividades operacionais para ter um foco maior na estratégia.

Além disso, liberar os cuidados de uma gestão para as atividades que são realmente importantes, permitindo que a organização reduza os seus custos, aumentando a qualidade de serviços e produtos oferecidos.

Essa é uma modificação que pode melhorar as práticas, além da possibilidade de operar em uma escala maior. A terceirização vai ser direcionada as necessidades da empresa, envolvendo atividades administrativas, financeiras, tributárias, marketing, jurídicas ou de TI, por exemplo.

Por precisar de uma mão de obra especializada, o BPO também oferece conhecimentos para outras atividades.

Como é o caso do KPO, Knowledge Process Outsourcing, onde há a terceirização de processos de conhecimento. Assim, o prestador de serviço vai garantir que as atividades sigam critérios, regras e análises de risco.

Esses benefícios se estendem de maneira que fica complicado de atingir somente com os processos internos, que apresentam um crescimento limitado e custos fixos. Já que a gestão será feita de maneira pouco especializada, com atividades que dependem de pessoas. 

O modelo de terceirização vai permitir um custo reduzido e variável, além de ter uma solução escalável. A empresa vai investir em melhores práticas, tecnologia, sendo o seu papel promover mais qualidade e eficiência.

Como Escolher uma empresa parceira para o BPO?

De maneira geral, o BPO vai ter um foco maior em valorizar a qualidade das atividades que fazem parte de qualquer negócio.

Com um objetivo de melhorar a performance operacional, distribuindo as pessoas certas para as funções adequadas, automatizando os processos e gerenciando as situações de maneira mais assertiva, o que gera resultados mais significativos.

Assim, é muito importante encontrar uma empresa certa para implantar o BPO, garantindo que ela consiga ter conhecimento e experiência no segmento que vai atuar. Demanda também uma consultoria especializada com a transformação dos processos.

A empresa prestadora dos serviços precisa ter um alinhamento com o foco da contratante. Essa sinergia garante que os resultados esperados consigam ser atingidos, garantindo sucesso na terceirização e implantação disso, independente do segmento.

Como criar um negócio de ensino online (foto= internet)

Como criar um negócio de ensino online

Como criar um negócio de ensino online (foto= internet)
Como criar um negócio de ensino online (foto= internet)

No mundo informatizado de hoje, cada dia mais as pessoas têm deixado de lado as formas mais tradicionais do que se entende por “emprego” e “trabalho” utilizando a Plataforma EAD com inúmeras finalidades. Isso se dá também porque a cada dia que passa o mercado é mais dinâmico e exigente quanto às qualidades dos profissionais.

Para aqueles que detêm algum conhecimento e sentem prazer em transmití-lo, tem se mostrado uma grande oportunidade de ganhar dinheiro ministrar aulas online.

Isso realmente funciona

Essa talvez seja a pergunta que você esteja se fazendo agora. Mas, pare e pense: assim como você que está lendo esse artigo, milhões de pessoas estão nesse exato momento na internet! Hoje não se dá mais toda a importância a salas de aula físicas como acontecia no passado.

No nosso país tem crescido de forma exponencial os mercados ligados ao Ensino à Distância (EAD). As pessoas têm percebido que é possível desenvolver o aprendizado dos mais diversos saberes no conforto da própria casa, sem perder em nada a qualidade do que se aprende ou da aula que é dada.

Se você domina alguma área do conhecimento, sabe que ela é relevante, mas não sabe por onde começar, aqui vão algumas dicas para te ajudar:

Motive-se

Isso é válido não só para dar aulas pela internet, mas qualquer coisa em sua vida. A motivação correta é exatamente o que é necessário para dar o pontapé inicial em um rentável e bem sucedido negócio de ensino online. Para te ajudar a encontrar a motivação correta, procure responder a esses questionamentos:

Qual é o meu objetivo? – Você precisa ter bem claro em sua mente porque você irá fazer isso com seu tempo e não fará outra coisa. Essa resposta te ajudará durante todas as etapas do processo

Por que esse objetivo? – Você poderia ganhar dinheiro de outras formas. Defina de forma bem clara para si mesmo e até para outras pessoas porque resolveu fazer isso ensinando.

Como criar um negócio de ensino online (foto= internet)
Como criar um negócio de ensino online (foto= internet)

Planeje

Planejar tem a ver com afiar o machado. Você pode se esforçar muito, mas um machado cego não vai te ajudar a cortar a árvore. Você precisa planejar seu negócio de ensino online sabendo onde você está agora e estabelecendo metas reais e definidas de onde você deseja estar daqui a determinado tempo.

Avalie as possibilidades

Avalie entre as suas habilidades aquela que irá casar com uma necesssidade real, bem como a que pode dar um retorno financeiro compatível com o trabalho que você terá de preparar as aulas que irá dar e todas as demandas que farão parte desse processo, mas sempre tendo em mente que esse trabalho não deve ser algo que pareça cansativo, deve trazer um sentimento de diversão para você.

Pesquise entre as opções de locais onde você pode ensinar à distância qual mais se adequa a seu perfil e qual oferece as melhores condições dentro do tipo de conteúdo que você passará.

Por fim, a dica de ouro é que você deve focar em preparar conteúdo que ajude outras pessoas a s desenvolverem pessoalmente, a serem mais organizadas, produtivas e bem sucedidas. O que você tem a ensinar?

Contato

MEUS CONTATOS

Para parcerias, sugestões ou propostas,
me envie uma mensagem!

 

NOSSOS SERVIÇOS

A Widebiz é uma agencia de marketing digital completa. Nosso trabalho é colocar a sua empresa no mundo digital com toda a estrutura necessária para você vender mais e entregar seus produtos e serviços com eficiência.

NOSSOS CONTEÚDOS

Estamos sempre colocando informações de qualidade e atualizadas sobre o mundo do marketing digital

Dicas sobre como realizar um valuation para o seu negócio (Foto de Emmy E no Pexels)

Dicas sobre como realizar um valuation para o seu negócio

Você conhece essas dicas que diminuirão a avaliação da sua empresa na hora de vendê-la? A maioria dos empresários deve conhecer essas cinco coisas não tão fabulosas, mas não sabe.

No mundo das fusões e aquisições, quando chega a hora de vender sua empresa, você tem uma chance de acertar, principalmente se souber como fazer a valuation para pequenas empresas. 

Tanto na vida quanto nos negócios, o sucesso advém de fazer mais do que funciona e menos do que não funciona. O sucesso no mundo das fusões e aquisições é tão simples. 

Avaliação da empresa de registros financeiros

Nas fusões e aquisições, as primeiras impressões podem causar ou quebrar a avaliação da sua empresa.

Você conhece a maneira mais rápida de criar dúvidas e incertezas na mente de seu futuro comprador?

  • Forneça registros financeiros não confiáveis.
  • O negócio de vender um negócio é um jogo de soma zero.
  • Os compradores esperam e rezam para que você cometa erros.

Todo erro que você cometer no bolso do seu futuro comprador com seu dinheiro suado. Registros financeiros não confiáveis ​​diminuem a avaliação da empresa e podem custar-lhe o negócio.

Do ponto de vista do comprador, se seus registros financeiros estão errados, o que mais está errado? No mundo das fusões e aquisições, sua moeda é a confiança.

Registros financeiros não confiáveis ​​quebram a confiança do comprador e do banqueiro de investimentos.

Se você acha que pode corrigir seus registros financeiros e encontrar outro comprador, pense novamente. Você perdeu a confiança do seu banqueiro de investimentos e precisará encontrar outro.

Se você deseja uma avaliação alta da empresa, seus registros financeiros devem ser irrepreensíveis.

Por melhores que sejam seus contadores, eles dependem das informações que você fornece. Em outras palavras, limpe seu ato, a partir de hoje.

Seu futuro comprador é inteligente e experiente. Seja inteligente e tenha registros financeiros limpos e precisos. Você conhece o próximo fator que reduz a avaliação da sua empresa, na melhor das hipóteses, e pode até custar o negócio na pior?

Por que uma alta dependência de um único cliente cria uma baixa avaliação da empresa

Na economia global de hoje, é comum trabalhar com grandes empresas multinacionais. Em um piscar de olhos, você tem distribuição nacional. Sua empresa vai de zero a herói.

Deseja saber a maneira mais rápida de criar uma baixa avaliação da empresa, na melhor das hipóteses, ou custar o negócio na pior? Sua empresa depende muito de um único cliente.

Dependendo de um único cliente, a maior parte do seu lucro é um desastre esperando para acontecer.

Coloque-se no lugar de seu futuro comprador. O único cliente que gera a maior parte de seus lucros pode estar aqui hoje e amanhã. Avaliação da empresa à parte, contar com um cliente evita uma interrupção no mercado.

Quando se trata de clientes, há força nos números. Quanto mais clientes você tiver, menos confiança terá em um único cliente. Enquanto os clientes vão e vêm, seus lucros e sua longevidade permanecem intactos.

Faça a coisa certa para o seu negócio ao buscar uma alta avaliação da empresa. Garanta que seus lucros não estejam vinculados a um cliente. A dependência do seu negócio em determinadas áreas gerará uma baixa avaliação da empresa.

Como fortalecer sua marca com sua estratégia de marketing (Foto de Kaboompics .com no Pexels)

Como fortalecer sua marca com sua estratégia de marketing

A Coca-Cola é o maior exemplo de reconhecimento de marca da história. Quer você goste ou não, você provavelmente sabe exatamente como é o logotipo da Coca-Cola, qual o formato da garrafa de vidro e também a bebida favorita do Papai Noel.

Portanto, faz sentido que os profissionais de marketing sejam incentivados a estudar a Coca-Cola como um exemplo de reconhecimento da marca e a usar esse logotipo icônico e atemporal como inspiração para criar seus próprios designs. A estratégia de marca da Coca-Cola resistiu ao teste do tempo.

Dito isto, a Coca-Cola pode não ser o melhor modelo de referência para a marca. Para começar, a empresa existe há 125 anos. E vale US $ 190 bilhões. Além disso, de acordo com o LinkedIn, possui mais de 63.000 funcionários.

Para começar qualquer empresa, não é fácil. É necessário já ter um dinheiro em mãos para começar investindo e conseguir com o tempo, maneiras de Simular Apostas e ter mais dinheiro para continuar investindo no marketing da empresa. 

Primeiro, trataremos de alguns aspectos principais a serem lembrados ao criar a identidade da marca e descobrir como conscientizar a marca e qual é o seu significado.

Em seguida, veremos como fazer você falar depois de decidir o que significa reconhecimento de marca para o seu negócio.

Reconhecimento da marca: definição

Reconhecimento de marca significa literalmente reconhecimento de marketing. No entanto, olhando para o termo reconhecimento de marca, imaginando o que é, é muito comum. 

O reconhecimento da marca é o processo pelo qual empresas de todos os tamanhos cultivam o reconhecimento de seus produtos e serviços. As empresas cultivam o reconhecimento da marca por meio de mensagens, design, mídia social, anúncios e muito mais.

O reconhecimento da marca é uma palavra da moda e inspirou inúmeros livros. De fato, a execução de estratégias bem-sucedidas de branding e reconhecimento de marca é complexa o suficiente para justificar a existência de todos esses livros.

Mas se falamos estritamente sobre o que é reconhecimento de marca, não há necessidade de pensar muito sobre isso: é reconhecimento de marca. Isso é tudo. Saiba que existe uma marca e espero ter uma ideia do que ela faz.

Agora, isso não significa que o reconhecimento da marca seja fácil, mas não é a coisa mais difícil de alcançar.

Diferença entre reconhecimento de marca e identidade de marca

Ok, entender o que é reconhecimento de marca é bastante simples: reconhecimento de marca. Mas se o reconhecimento da marca é reconhecimento da marca, qual é o significado da identidade da marca ou identidade da marca? 

Identidade de marca é o que as pessoas pensam quando pensam em uma marca. Portanto, se o reconhecimento da marca faz a marca falar, a identidade da marca é o conteúdo dessas palavras.

Uma forte identidade de marca desperta sentimentos e emoções em relação a uma marca, o que leva a uma associação entre a marca e algumas de suas características. Não é um trabalho fácil, mas é possível. 

3 ações de marketing que podem turbinar os seus ganhos (Foto de Lukas no Pexels)

3 ações de marketing que podem turbinar os seus ganhos

O primeiro objetivo ao iniciar um negócio é chegar a esse ponto em que você pode se considerar "colocado". Em suma, sua liquidez é estável, você pode pagar despesas e impostos sem grandes sacrifícios, tudo corre bem. 

Nesse ponto, no entanto, você se depara com uma escolha: ou está gostando do momento ou está buscando um novo crescimento com simulador lotofacil

Seja pago no projeto (não por hora)

Ser pago a uma taxa horária pode parecer a melhor opção, pois você só precisa marcar o tempo gasto em um projeto e enviar a fatura por hora ao seu cliente. Existe e, na realidade, às vezes é o único caminho a seguir, no entanto, considere que:

Você não é pago para se tornar mais eficiente e mais rápido na conclusão do trabalho;

Alguns clientes podem contestar sua taxa horária e "puxar" o preço;

Ao colocar muita ênfase no tempo necessário para concluir o projeto, você corre o risco de diminuir seu valor.

Se o seu preço for fixado diretamente no projeto, desvie a atenção para o seu valor e, nesse caso, o fato de você concluí-lo em breve será um mérito adicional que será reconhecido pelo cliente.

Aumente suas tarifas com novos clientes

Com muita frequência, eles concentram seus esforços na busca contínua de novos empregos, investindo muita energia em marketing e em negociações com novos clientes. O que é bom, se não fosse pelo fato de quase todo mundo não pensar em aumentar suas taxas, ou apenas evite fazê-lo por medo de assustar novos clientes em potencial.

Muitos estabelecem uma taxa, que eles acreditam ser o infame "preço de mercado", e ano após ano também a mantêm com novos clientes. É certo oferecer um preço competitivo quando houver necessidade de adquirir experiência ou criar um nome em um determinado setor. Mas quando você tem a experiência e o nome, não há razão para mantê-la.

O preço de mercado não existe! Até os supermercados não vendem as mesmas maçãs pelo mesmo preço!

Parece demais? Se você sabe que oferece um serviço de qualidade que satisfaz seus clientes atuais, pelo menos tente. Você não está enganando ninguém e, se estiver realmente convencido do serviço que pode oferecer, será uma boa maneira de ver se os outros estão convencidos e dispostos a pagar por isso.

Melhore sua produtividade

Pense em qualquer projeto que você concluiu: instalar uma caldeira, colocar um piso, criar um design do site, escrever um texto, um trabalho de edição de fotos ...

Não importa que tipo de projeto seja, o importante é que, antes de começar, você tenha uma ideia aproximada do tempo que levará para concluí-lo. Você entendeu? 

Bem, agora imagine que você pode entregar o projeto em menos tempo e ainda receber o mesmo valor. Não seria ruim, seria? Isso significaria ter mais tempo para se dedicar a outros projetos. Em outras palavras, isso significaria melhorar sua produtividade.

Use a técnica 50-20-50: concentre-se no trabalho por 50 minutos, faça uma pausa de 20 minutos e depois continue por mais 50 minutos.