Dicas para vender software on-line

Vender um software exige uma série de pontos que não devem ser descartados, como por exemplo, a necessidade de saber apresentar bem seu produto, estar atento a todos os seus detalhes e ter total segurança de que está oferecendo algo com 100% de qualidade para os seus clientes.

Mas para conseguir bons resultados, existem alguns caminhos importantes que devem ser seguidos para que resultados excelentes e bons lucros sejam alcançados. Então, veja a seguir algumas dicas para vender seu software on-line.

Tenha um site perfeito

A primeira impressão que o cliente terá ao entrar no seu site é a mais importante, pois se ele não funciona bem, não tem uma boa formatação e um layout sem nenhum atrativo, é fato que não irá esperar muito do seu software.

Se a pessoa tiver a impressão de que você não domina a tecnologia necessária na criação de um bom site, terá certeza de que acontecerá o mesmo com um software.

Portanto, invista em um ótimo design, invista tipografia, cores e grafismos. E o principal, garanta que ele seja funcional e rápido de abrir.

Crie ótimos conteúdos para o seu site

Além de uma boa aparência, seu site deve conter um conteúdo impecável para que um possível cliente conheça e entenda o que o seu software oferece, quais são suas vantagens e seus benefícios, que é o que fará com que ele se sinta atraído e queira adquirir seu software.

Por exemplo: se você deseja vender um sistema para condomínio, precisa deixar claro para os possíveis compradores as vantagens que terão com ele.

Para isso, coloque em sua página inicial uma chamada de efeito e um breve parágrafo descrevendo detalhes e o posicionamento do seu software. Deixe bem claro, de maneira persuasiva porque o cliente deve comprar o seu software e o que o faz superior aos concorrentes.

Crie também ícones que explicam todas as funcionalidades que ele possui, alguns depoimentos de clientes que o adquiriram, notícias da mídia, entre outras coisas de sua escolha.

Considere desenvolver um trial ou um plano freemium

Trial: teste da versão completa do software, que na maioria das vezes, tem acesso por tempo limitado.

Plano freemium: versão disponível para sempre, porém, com menos funcionalidades.

Oferecer a possibilidade de testarem seu software, aumentará as chances para que queiram comprá-lo. E fazer isso te dará uma ótima oportunidade de mostrar todos os atributos que ele possui.

Aposte em tutoriais em vídeo

É um fato que nem todas as pessoas que precisam de um software vão saber como operá-lo. Incluir vídeos explicativos, de forma criativa e didática ao mesmo tempo, será mais um diferencial.

Se preocupar em ensinar seus clientes como devem operar o seu software é uma ótima maneira de conseguir vender e lucrar mais, pois alguns clientes se preocupam muito com a sua usabilidade e intuitividade.

 

Esteja presente nas redes sociais

O marketing nas redes sociais pode surtir muito efeito se for feito da maneira correta.

A ferramenta de anúncios do Facebook pode impulsionar bastante suas vendas e o Instagram pode servir como um ótimo meio de divulgação e apresentação de produtos, quando feitas com boas imagens, banners, vídeos no reels etc.

O LinkedIn, por sua vez, é bastante importante para captura de leads B2B (business to business – potenciais clientes empresariais).

Portanto, não deixe de fazer postagens com conteúdos pertinentes e informativos para o seu público-alvo. Fazer propaganda do seu software 100% do tempo poderá saturar suas redes sociais e afastar seus seguidores, então invista em informações úteis para serem usadas no dia a dia de trabalho.

 

Invista em SEO

O SEO (Search Engine Optimization) consiste em saber através de softwares analíticos quais são as palavras-chave que seu público-alvo mais usa para fazer buscas na internet sobre o produto que você quer oferecer e que têm a ver com o seu negócio.

Então, para ganhar um melhor posicionamento nas ferramentas de busca, use essas palavras-chave em seu site para atrair mais público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *